Follow Us @divamontalban

07/07/2011

Homens e animais.

Hoje vi a notícia do Ariel, no site UOL.





Ariel é um leão, nascido em cativeiro, que  perdeu o movimento das patas  há um ano.
E os donos do Ariel, estão se mobilizando, fazendo quase o impossível para curá-lo, para que o leão consiga andar novamente.
Ao ler a notícia, também li os comentários de outros leitores.
Uns se sensibiizam, desejando melhoras ao animal, outros questionam o fato de Ariel, um animal selvagem ,ser tratado com um simples gatinho doméstico, e outros ainda se mostram indignados pelo valor em reais gasto para tratar e cuidar de animais como Ariel, valor esse que afirmam, poderia ser usado para cuidar de pessoas com esse mesmo problema, ou ajudar crianças abandonadas ou não, que necessitam bem menos de $3.000 reais por dia para ter alguma dignidade.
É justo que um animal selvagem como o leão, viva como um bichinho domesticado, recebendo carinho do homem, sendo que o habitat natural dele é na selva?
Para qualquer animal selvagem, que nasceu na selva, ser retirado dela ,seria um castigo. Não é o caso do Ariel, que nasceu em cativeiro, e já desde os primeiros dias, conhece e reconhece o amor dado pelo casal, que o trata como filho. E sendo filho, como não batalhar pelo bem estar dele? E como reconhece, certamente ele também sabe demonstrar amor pelos "pais". Ariel não é um leão selvagem. Ariel nem conhece a selva...
É justo que esse casal gaste $3.000 reais por dia, em cuidados e alimentação para os animais, sendo que no país há tanta miséria, fome, e o sistema de saúde e educação no país está mais do que precário, ou seja, está falindo? É justo que façam o impossível para melhorar a vida de um leão, enquanto poderiam ajudar muitas crianças?
É justo sim. Justissimo. Eu penso, e tenho convicção sobre esse meu pensamento: a Terra não é só dos homens. E os homens acham que são donos de tudo. São donos das matas que devastam, não se importando com o meio ambiente e animais que morrem por isso. E isso não é justo! Os homens criam a falsa inteligência de que nomeados racionais, estão acima de qualquer outro ser vivente na  terra.
E depois, o casal dono de Ariel, contratou funcionários para esse projeto. Funcionários que são registrados, tem salários e com trabalho digno podem sustentar sua família.
O que é mais importante para você, leitor: O seu filho, ou o filho do vizinho?
Seria hipocrisia dizer que o filho do vizinho tem a mesma importância para você do que seu próprio filho. Sendo assim é certo que, Ariel, como "filho" do casal, tenha extrema importância para eles.
Eu simpatizo com causas de animais. Sempre que alguém fizer o bem para um animal, terá minha compreensão. Tenho essa tendência instintiva de apreciar os animais.

E eu pergunto agora: É justo uma mãe abandonar seu filho em sacos plásticos? Não é! Nunca será!
Eu duvido que essa mãe, que abandona seu próprio filho, indefeso, tenha se importado alguma vez na vida com algum animal.
É comprovado que quem se importa com animais, jamais seria capaz de fazer mal a qualquer ser da Terra.

É justo que médicos ganhem os $ 3000 reais ( o mesmo valor que muitos se indignaram pelo tratamento de animais)  por plantões que deveriam dar em hospitais públicos, prestando assistência à população que necessita, mas não dão, e mesmo assim manipulam o sistema de saúde em seu próprio favor? (noticia aqui)
Óbvio que não. Isso chega a ser indecente!

Acho que a população deveria parar de ser egoísta, hipócrita, politicamente correta, medíocre e pensar um pouco mais na realidade.
Há quem cuide de animais, há quem cuide de pessoas. Há ainda, aqueles que não cuidam de nada.Só criticam!
Enquanto existirem mais pessoas praticando atos de amor, seja pela natureza, pelos animais ou  pelos homens, estaremos melhor.
*********
 Eu tenho uma gata. Se chama Juma. Ela certa vez apresentou um problema nas patas traseiras, após uma queda. Parou de andar.  Veterinário disse que não poderia fazer nada. Depois de um tempo eu pedi ao meu amigo, menino de luz, Negrinho do Pastoreio, que devolvesse a ela os movimentos das patas. Acendi a velinha, cantei a ele sua música. Ele me atendeu. Eu sempre serei agradecida não só por isso, mas por toda vez que a ele recorri,e de alguma forma meu coração foi confortado
*****
Besos. Otima quinta-feira para todos.

6 comentários:

  1. Caraca esse assunto é muito polêmica, mas na minha opinião pessoal, acredito que tem que cuidar sim, tem que gastar dinheiro sim, quanto Às crianças e miséria, criança bem ou mal tem pai ou mãe para cuidar bicho não se não tivesse ninguém lá para cuidar do Ariel ele poderia estar morto...
    Parabéns pelo teu blog Sucesso
    Shairygil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. eu vi isso em algum jornal ontem a noite. Gostei muito da história e espero que o leão consigo superar todos esses problemas.

    ResponderExcluir
  3. Boa, Diva!!!!
    Tudo maravilhoso e cheio de opinião por aqui,
    Beijosssssssss e parabéns mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  4. Diva, concordo com tudo que vc disse. O povo que gosta de criticar e só, cuida demais da vida alheia. Na mente deles vc não pode ter um dinheiro sobrando, de seu trabalho, que tem por obrigação ajudar as criancinhas, os velhinhos, bla bla bla. Como se isso fosse resolver o problema da fome, da miséria... Cada um que cuide do que é seu. Ajudar é bom e necessário, não importa a quem. Agora pergunte pra essas pessoas se elas têm o hábito de fazer caridade com esse povo miserável... Tem?
    É muita hipocrisia que eu não suporto. Pronto, falei!!!

    ResponderExcluir
  5. então ...domesticar um leão?
    sei lá...as pessoas ...em geral...
    sempre tentam interferir no
    curso natural das coisas...será
    que é pra contornar a frustração
    ou para superar algo que não existe?
    uns perguntariam...o que é
    natural? ...pois bem...tudo é
    bem relativo...se não houvesse
    o natural...não existiria
    desequilíbrio...enfim ...
    eu por exemplo quero um leão
    ...ahahaha mas não que
    eu pretenda domesticá-lo...
    se me tiver amor...já é o
    indispensável...

    ResponderExcluir

Qual é seu pensamento?